Feira de Artesanato da Bahia reúne moda, música e o melhor da produção artesanal

O melhor da produção artesanal do estado, música e moda ganham destaque na Feira Artesanato da Bahia, que chega em Salvador, nos próximos sábado (12/03) e domingo (13/03), das 15 às 21 horas, no Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM). Além da diversidade e ricas criações de artesãs e artesãos em exposição, o público poderá conferir na passarela a moda e acessórios feitos à mão, no sábado, às 17h, em desfile assinado por Tininha Viana em parceria com o Senac. A música garante ainda mais a diversão: no sábado, tem apresentação especial da banda Geleia Solar e, no domingo, um show das Ganhadeiras de Itapuã com participação de Margareth Menezes. A entrada é gratuita.

Nas margens da Baía de Todos-os-Santos, o histórico Solar do Unhão vai receber produtos diversificados de artesãos e artesãs, que refletem a rica diversidade cultural do Recôncavo, Baixo Sul e Região Metropolitana de Salvador. Cerâmicas utilitárias e decorativas, rendas, bordados diversos, como richelieu e barafunda, trançados de fibras naturais, crochê e macramê são algumas das técnicas cujas produções poderão ser adquiridas direto de quem produz.

A realização da Feira Artesanato da Bahia é uma iniciativa da Coordenação de Fomento ao Artesanato da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), em parceria com a Associação Fábrica Cultural. O evento conta com o apoio do Museu de Arte Moderna da Bahia, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia – Ipac, Secretaria de Cultura e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Senac.

MARÇO DO ARTESANATO

Assim como em Arraial d’Ajuda, distrito de Porto Seguro, onde a feira aconteceu com sucesso no último fim de semana, em Salvador, o evento também faz parte da programação do Março do Artesanato. Durante este mês, uma série de ações vai celebrar o Dia da Artesã e do Artesão (19 de março).

“Iniciamos por Porto Seguro, que tem um significado muito importante pelo reconhecimento da história de luta e resistência das comunidades indígenas e seu pioneirismo no artesanato brasileiro. Além de possibilitar uma conexão da nossa cultura com visitantes de várias partes do Brasil e do mundo, a feira confirmou todas as nossas expectativas. Tivemos a riqueza e diversidade do artesanato produzido nas comunidades indígenas num diálogo muito rico com as expressões contemporâneas presentes nos territórios da Costa do Descobrimento e Extremo Sul”, conta Ângela Guimarães, coordenadora de Fomento ao Artesanato da Setre Bahia.

“Esta edição em Salvador é mais uma conquista do trabalho de requalificação do Artesanato da Bahia, que, ao longo dos dois últimos anos, a Fábrica Cultural vem fazendo em parceria com a Setre. Está sendo uma experiência incrível, pelo potencial de artistas do nosso artesanato. Desde o ano passado, já realizamos oito feiras em várias regiões do Estado, nas quais pudemos constatar a maravilha que é a produção deste trabalho feito à mão, com a memória da arte ancestral. Estamos vibrando com a feira no MAM e esperamos que todos venham nos visitar”, convida Margareth Menezes, presidente da Associação Fábrica Cultural. 

SERVIÇO

Feira Artesanato da Bahia – Salvador

Dias: 12 e 13 de março
Horário: das 15h às 21h
Local: Museu de Arte Moderna – MAM
Acesso gratuito.

Este site usa cookies para melhorar a sua experiência.