Programa Acelera Iaô reúne afroempreendedores para assinatura de contratos do investimento semente

Os 10 premiados durante o processo de aceleração receberam o valor de R$10 mil reais para investir em seus negócios

Na última segunda-feira (17), os dez empreendimentos selecionados dos 300 negócios qualificados pelo Programa Acelera Iaô, foram recebidos na sede da Fábrica Cultural, na Ribeira, para assinatura do contrato que rege e oficializa o investimento de semente no valor de R$10 mil para cada um. O evento reuniu os participantes do projeto, a Diretora Executiva da Fábrica – Jaqueline Azevedo e a Coordenadora de Projetos – Maylla Pita.

Cada projeto acelerado tem até 06 meses, a partir da data de recebimento do recurso, para fazer uso do valor e colocar em prática os seus respectivos negócios. Além de apresentar comprovação mensal de execução do investimento, no último dia útil de cada mês, com relatório descritivo das ações desenvolvidas e recibos para acompanhamento pela Fábrica Cultural.

“Aqui eu me senti super poderosa! Eu sou muito desmerecida e desvalorizada lá fora, porque eu vendo trufas no buzu, e aqui, eu recuperei a minha autoestima. Foi nesse processo do Iaô que eu me enxerguei importante.” Declara, Taise Bacelar da @oxedoce.

Para cada segmento, foram escolhidos dois afroempreendedores acelerados: na moda, Michel Pereira (Ofa Nish) e Alice Pinto (Tons da Terra); artesanato, Cassio Vinícius da Silva (Nós Macramê) e Sueli Conceição (Iya Omi); gastronomia: Thaise Bacelar (Oxi Doce) e Vanessa Mara (Cacau Crioula); serviços criativos: Amanda dos Santos Conceição (Marargila) e Jamile Oliveira (Jamile Oliveira (Magia Verde); música Beatriz Almeida (Pagode por Elas) e Odilon Santos Cerqueira (DiCerqueira).

Ao longo da aceleração, os empreendedores tiveram a oportunidade de organizar o seu plano de negócio, planejar as ações e desenvolver a melhor estratégia para alavancar seus empreendimentos. A assinatura do contrato demarca mais uma importante entrega do Programa Acelera Iaô para os empreendimentos negros que atendemos e é de suma importância, tanto para nós, da Fábrica Cultural, como também para as marcas premiadas. Ao longo da aceleração, os empreendedores puderam organizar sonhos, planejar e prospectar o desenvolvimento dos seus respectivos negócios.

“Com a chegada deste recurso, colaboramos com a execução daquilo que foi planejado e com a concretização de parte desses sonhos. Para a Fábrica Cultural é uma grande honra fazer parte desta história, crescer e aprender junto com estas marcas.” afirma Maylla Pitta.

O programa Acelera Iaô, conta com o apoio da Prefeitura de Salvador e patrocínio do Grupo Carrefour.

Este site usa cookies para melhorar a sua experiência.